Tarso Genro assina convênio para intensificar combate à corrupção e ao crime organizado

26

Os chamados “crimes de colarinho branco” terão seu combate intensificado por parte dos órgãos de investigação do Rio Grande do Sul. Nesta terça-feira (05), o governador Tarso Genro, acompanhado por uma comitiva ligada à área da Segurança, esteve no núcleo de inteligência do Ministério Público Estadual, em Porto Alegre, para conhecer  ferramentas de investigação usadas na apuração de crimes.

Estiveram presentes no encontro o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, o coordenador executivo da Assessoria Superior, João Victor Domingues, o chefe da Polícia Civil, delegado Ranolfo Vieira Júnior e o comandante geral da Brigada Militar, coronel Sérgio de Abreu. Os procuradores e promotores, inclusive o procurador-geral de Justiça do Estado, Eduardo de Lima Veiga, explicaram os sistemas e deram exemplos de investigações que foram bem sucedidas após a utilização da tecnologia.

Em seguida, foi assinado um convênio entre o Governo do Estado e o Ministério Público para fortalecer o combate à corrupção e ao crime organizado no Estado. Entre as medidas previstas estão o compartilhamento de informações de investigações, inclusive as que já estão em andamento, a disponibilização de policiais civis e militares para auxiliar e apoiar o Ministério Público e a realização de ações conjuntas sob forma de Força-Tarefa, entre outras medidas.

“O combate intenso ao crime organizado e à corrupção é algo programático para o nosso Governo e para o Ministério Público. Sempre afirmamos que nossa prioridade é integrar os órgãos para fortalecer essas ações. A Brigada Militar e a Polícia Civil estão prontas para trabalhar neste sentido”, afirmou o governador Tarso Genro após a assinatura do convênio.

Texto: Guilherme Gomes
Edição: Redação Secom

Site Governo do Estado do Rio Grande do Sul