A policia militar inicia nesta segunda-feira (05), o movimento ‘Tolerância Zero”.

Em reunião realizada no Instituto Histórico e Geográfico, as Associações Militares resolveram dar inicio ao movimento Tolerância Zero, nesta segunda-feira (05). Hoje as associações irão se reunir para deliberar sobre as ações a serem adotadas pelos policiais.

Já está definido que estará em pauta, os dias de doação de sangue, doação das quentinhas alem do “parabéns que será cantado em frente a Assembléia Legislativa”, quando os PMs irão comemorar os 18 anos dos policiais que esperam promoções, quando está deveria ter acontecido em 8 anos.

Os policiais irão “exigir” que o estado cumpra os acordos feitos, inclusive nesta segunda, os PMs irão cobrar que seja entregue as fardas aos policiais, pois segundo eles, a cerca três anos que os uniformes não são entregues aos PMs.

Dentro do movimento tolerância zero, a policia irá “cumprir à risca” o que determina a lei, ou seja, todos os veículos da PM, terão que ser vistoriados para poder circular. Há informação de que vários veículos da policia estão com os pneus ‘carecas” e sem condições de uso.

Alem disso, será cobrado do governo que seja entregue a todos os PMs, um colete a prova de bala, já que os coletes não são em numero suficientes para cada policial.

O presidente da Amese, sargento Jorge Vieira, disse em entrevista ao radialista George Magalhães, no programa Liberdade sem Censura que o movimento Tolerancia Zero, não irá interferir no desfile de 7 de setembro. Segundo Vieira, o movimento visa apenas cobrar do governo que seja cumprido o acordo firmado.

Ainda segundo Jorge Vieira e o vice presidente da Amese, sargento Edgard Menezes, na assembleia, tambem ficou definido que os  militares não irão mais trabalhar em seus dias de folga e, caso algum PM ou BM façam, eles é quem irão cobrar o pagamento da gratificação (GRAE), já que as associações faziam as cobranças quando acontecia atrasos. As Associações não irão cobrar as gratificações caso haja atraso.

Fonte: Faxaju


Deixe um comentário