Policiais militares fazem protestos em cartões-postais do Estado

64

Comerciantes de Gramado apoiam reivindicação diante do pórtico de entrada do município

Após uma madrugada de protestos com queimas de pneus, policiais militares aproveitam o sábado para fazer novos protestos. Alguns lugares escolhidos são cartões-postais do Estado. Diversas faixas de apoio à reivindicação por melhores salários da Polícia Militar foram espalhadas pela cidade de Gramado, na Serra. Comerciantes e empresários do município se sensibilizaram com a causa e também colocaram cartazes em seus estabelecimentos.

Ao lado do pórtico da principal entrada da cidade, há um cartaz com os seguintes dizeres: “Bem vindos a Gramado. Roteiro turístico mais seguro do Brasil. Protegidos pelos policiais militares com o PIOR salário do Brasil.”

Pelo menos oito faixas podem ser vistas pelo município. Banners também estão na avenida Central, na divisa com a cidade de Canela e próximo à entrada do Zoológico de Gramado.

Santana do Livramento

Em Santana do Livramento, servidores inativos da corporação também estenderam uma faixa na cidade com a reivindicação. O grupo se posicionou no marco da fronteira do Brasil com o Uruguai e informou que só sairá do Parque Internacional após a reunião do governo com a categoria, marcada para as 17h de segunda-feira.

O vice-presidente Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar de Santana do Livramento, Ubirajara Ferreira de Freitas, disse que o objetivo é sensibilizar a sociedade. “Os governantes nos fazem promessas e, quando assumem, sequer nos ouvem”, disse. “Esse salário é uma vergonha para o Rio Grande do Sul.”


Grupo afirma que só sairá do local após reunião do governo com a categoria. / Foto: Daniel Badra / Especial CP

Protestos com queima de pneus

Depois de o governo adiar para segunda-feira a reunião para tratar do reajuste dos policiais militares, mais três protestoscom queimas de pneus foram registrados entre a noite desta sexta-feira e a madrugada de sábado. O primeiro deles ocorreu em Porto Xavier, às 23h45min de sexta-feira, no km 715 da BR 392. A pista ficou totalmente bloqueada até a retirada dos pneus pela Brigada Militar, com o auxílio dos bombeiros.

A segunda manifestação ocorreu em Cruz Alta, no início da madrugada deste sábado, no km 162 da ERS 342. Oito pneus queimaram por cerca de 20 minutos. No local, havia um boneco fardado pendurado em uma árvore e uma faixa com os dizeres “Governador, cumpra as promessas da campanha. Não seja traíra.”

O terceiro protesto aconteceu em Camaquã, às 3h30min deste sábado, no km 402 da BR 116. A pista foi bloqueada parcialmente com a barricada de pneus e faixas de reivindicações da Brigada Militar por melhores salários.

Fonte: Correio do Povo