"Tenentes e sargentos terão o pior salário do país", alerta presidente da Associação de Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar.

45

Parte da negociação salarial entre o Governo do Estado e servidores da Brigada Militar teve desfecho positivo ontem. A Associação de Cabos e Soldados aceitou a proposta de aumento de 23,5% para a categoria. Porém, o impasse ainda continua para a Associação de Sargentos, Subtenentes e Tenentes, que recebeu uma proposta que varia de 10,5% a 18,15%. Segundo o presidente da associação, Aparício Santelano, a categoria vai levar ao chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, apenas o que foi definido em assembleia, ou seja, o pedido de reajuste linear para todas as categorias. ¿ Nós não queremos que retirar um centavo do que foi oferecido para Cabos e Soldados. É merecedor. Mas nós não iremos aceitar menos. Eu não posso desprestigiar tenentes e sargentos. O que foi decidido na assembleia é exatamente o que levaremos para o governo – complementa.

Radio Gaucha