Governo do CE conclui reunião com policiais sem apresentar proposta

31

Policiais exigem reestruturação de planos, cargos e carreira. Governo defende que mudança reivindicada só pode ser feita em 2012.

O Governo do Estado do Ceará não apresentou propostas aos policiais civis após reunião na noite desta quinta-feira (13) no Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado. O vice-diretor do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Xavier de Farias, informa que o resultado da reunião será apresentado à categoria em assembleia, que deve ser realizada na sexta-feira (14), às 18h.

A partir da assembleia, a categoria vai decidir se retoma as paralisações no estado. Os sindicalistas reivindicam reestruturação do plano de cargos, salários e carreiras. Eles exigem que o salário de um policial seja o equivalente a 60% do salário de delegado. Atualmente, o salário do policial representa 30% do salário de um delegado. Na reunião, representantes do Governo defenderam que a reestruturação só pode ser efetuada em 2012.

Representaram o Governo do Estado o titular da Secretaria de Planejamento (Seplag), Eduardo Diogo, o assessor jurídico da Seplag, Adriano Costa , o procurador-geral do Estado, Fernando Oliveira, o chefe da Casa Militar, coronel Joel Brasil, e o representante da Procuradoria Geral de Justiça, José Waldo.

Os sindicalistas exigem também contratação imediata de aprovados em concurso e a eliminação da parte do texto que exige que policiais devem ter curso superior para ser promovidos.

Do G1 CE