Sargento baleado a 12 dias de se aposentar

39

O sargento da BM Francisco Pereira dos Santos passou uma situação que, conforme os colegas de farda, foi inédita em 30 anos de carreira. PM da 2ª Cia do 20º BPM, ele não havia sido baleado até então. O sargento está a 12 dias de se aposentar.

Ontem, ele foi atingido em um dos braços, próximo ao cotovelo. A bala acabou saindo no ombro. Socorrido no Hospital Cristo Redentor (HCR), ele foi medicado e liberado.

Como foi a ação dos bandidos
BALTAZAR COM DARIO BROSSARD
– O quarteto saiu da clínica com os produtos roubados. Cinco PMs, entre eles dois oficiais do comando do 20º BPM, cercaram o grupo. No tiroteio, veículos estacionados foram atingidos. Foragido da PEJ desde 27 de setembro, Luciano Antonio Bombach da Silva, 32 anos, foi baleado em um dos pés. Os outros quatro bandidos fugiram em um Palio prata com placas de Itu (SP). Na troca de tiros, o sargento Francisco Pereira dos Santos foi ferido.
AV. DANTE ANGELO PILLA
– Próximo a um posto de saúde, o Palio foi interceptado pela BM. Houve novo confronto. Baleado nos dois pés, Jairo Farias Soares de Carvalho, 26 anos, foi preso. Os tiros atingiram uma banca de revistas. Dois outros bandidos que estava no Palio fugiram. Em seguida, a dupla roubou o Celta de uma autoescola.
RUA DOS MAIAS
– O Celta foi encontrado em via pública. Em meio a edifícios, PMs localizaram Edimar Denílson Aguirre, 27 anos, reconhecido pelo roubo do carro. Com o trio, a BM apreendeu um revólver calibre 38 e uma pistola .380. A polícia acredita que um quarto assaltante, ferido, tenha fugido e que um quinto tenha participado do assalto.

Tiroteio fere PM e dois assaltantes

Bandidos enfrentaram polícia após atacar clínica médica, causando pânico em vias da Zona Norte 

Quem passava pela Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na esquina com a Rua Dario Borba Brossard, no bairro Rubem Berta, na Capital, foi surpreendido por uma cena de bangue-bangue entre bandidos e policiais no meio da tarde de ontem. O tiroteio que fez com que alunos de uma escola próxima se jogassem ao chão no meio da aula e que agentes da EPTC se escondessem na casa de moradores resultou em três bandidos presos – dois deles feridos – e em um sargento da BM baleado.

Por volta das 15h45min, três homens armados invadiram a clínica Centromed. Dentro, um quarto criminoso já aguardava pelo trio.

– Eles fizeram todo mundo se ajoelhar, colocaram a arma na cabeça das pessoas e pegaram de tudo, dinheiro, pertences, computadores – contou um funcionário da clínica médica, que pediu para não ser identificado.

Os bandidos não contavam que nesse momento a BM já havia sido alertada. Dois PMs que desciam a Baltazar em uma viatura e outros três que subiam a avenida em um carro discreto armaram o cerco.

Quando os criminosos saíram da clínica, depararam com os PMs. Nesse momento, iniciou-se o tiroteio. Agentes da EPTC que apagavam uma faixa de pedestres da Rua Dario Borba Brossard buscaram abrigo na casa de um morador. A Kombi deles foi alvejada na parte traseira. Um dos criminosos foi baleado e abandonado pelos comparsas, que fugiram em um Palio prata. O sargento da BM Francisco Pereira dos Santos, 49 anos, foi ferido em um dos braços e socorrido pelos colegas.

Na Avenida Dante Angelo Pilla, o trio encontrou outras viaturas da Brigada Militar. Houve novo confronto e mais um dos assaltantes foi baleado. Outros dois fugiram e roubaram um Celta de uma autoescola. O veículo foi abandonado minutos depois na Rua dos Maias, no Parque dos Maias. Lá, foi detido um terceiro homem, apontado como autor do roubo do Celta e integrante do bando.

CAROLINA ROCHA

ZERO HORA