Dificuldade no combate a incêndio em Eldorado do Sul expõe falta de pessoal nos Bombeiros

45

Situação não é comentada por oficiais, que negam qualquer deficiência no serviço prestado à população

Foram 12 horas até que o fogo fosse controlado no Parque Delta do Jacuí, em Eldorado do Sul, incêndio que teve início ontem, às 16h, e ainda provocava fumaça e chamava a atenção de quem passava pela BR-290 nesta manhã. Durante o trabalho do Corpo de Bombeiros de Eldorado do Sul, que conta somente com voluntários, e que teve aporte de guarnições de Porto Alegre e Guaíba, ficou evidente a falta de efetivo no atendimento às ocorrências neste período de férias e de Operação Golfinho, no litoral, e também deixou à mostra a problemática da estrutura – ainda precária e em quantidade insuficiente para o desafio de combate às chamas.

Hoje cedo, um sargento, que atua na região Metropolitana, denunciou a falta de pessoal, principalmente, nesta época do ano. Ele optou por não se identificar, teme qualquer represália, mas não deixou de relatar brevemente a situação. “A gente não está autorizado a falar nada sobre a falta de efetivo. Se eu não posso te ajudar, se eu não posso me manifestar é porque algum problema há, algum problema tem. E muito sério. Só isso que posso te dizer, não posso passar daí”, relatou. O comandante dos Bombeiros do RS, tenente-coronel Guido Pedroso de Mello, que substitui o comandante Henrique Vanderlei Lampert Silva, em férias, nega qualquer deficiência no trabalho da corporação por conta da transferência de grupos para o litoral Norte e Sul do Estado.

Atualmente, o efetivo total de militares e civis, somente no litoral Norte, chega a 736 homens. O número, incluindo demais áreas de atuação, é ainda maior. Prova disso tem sido alguns remanejos feitos, como a estação de bombeiros Assunção que não está operando e deve reabrir somente em março – esta que é uma das nove estações que atendem Porto Alegre.

Ouça o áudio: Sargento que atua na Região Metropolitana diz que está proibido de falar sobre o assunto, mas indica a falta de pessoal neste período do ano

Ouça o áudio: Comandante dos Bombeiros do RS nega qualquer situação de falta de efetivo

 

Fonte: Marina Fauth/Rádio Guaíba