Militares querem oficializar ‘bico’

O presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos de Alagoas (Assmal), Teobaldo de Almeida, repassou, ontem, ao comandante da Polícia Militar, coronel Luciano Silva, cópia de projeto cujo propósito é oficializar o bico remunerado para aproximadamente dois mil policiais militares.

“Nosso objetivo, ao apresentar o projeto, é evitar que milhares de policiais continuem trabalhando nos dias de folga para empresários de todo o Estado e recebendo muito pouco por isso”, explicou à Gazeta, também ontem, o líder da Assmal, sargento Teobaldo de Almeida.O militar informou que, por um serviço extra qualquer, o policial militar recebe, em média, R$ 600 ao final do mês, desde que trabalhe duas ou três vezes por semana. Além do mais, reforça o líder sindical, quaisquer trabalhos extras são uma afronta ao regimento da corporação.Atualmente, os mais de 7.500 policiais militares da ativa em todo o Estado cumprem jornadas de trabalho diferentes. Alguns trabalham 12 horas ininterruptas, mas folgam 36 horas seguidas (três turnos ou três dias).
Por: MAIKEL MARQUES – REPÓRTER
Fonte: Gazetaweb

Deixe um comentário