ASSTBM 67 anos ao lado da Família Brigadiana

88

67AANOSEditorial: ASSTBM 67 anos

Na data de hoje nossa ASSTBM completa 67 anos. É a associação mais antiga do Rio Grande do Sul, sempre coerente e transparente em suas ações defendendo os interesses da categoria.

A Associação dos Sargentos Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar – ASSTBM, por iniciativa elogiável foi fundada em 5 de janeiro de 1946, no então Quartel do 1º Batalhão de Caçadores da Brigada Militar, por três Subtenentes e vinte e dois Sargentos do 1º BC, com a designação de Sociedade Coronel José Rodrigues Sobral dos Subtenentes e Sargentos da Brigada Militar.

Na década de 50, já com sua sede central e com um número expressivo de associados, a Sociedade Coronel José Rodrigues Sobral passou a denominar-se Clube dos Subtenentes e Sargentos da Brigada Militar – CSSBM, novamente reorganizada em 1º de agosto de 1989, quando se transformou na primeira e mais antiga associação de classe dos servidores militares do estado, denominando-se Associação dos Subtenentes e Sargentos da BM – ASSBM.

Também no ano de 1989 foi eleito o primeiro Presidente da Diretoria Executiva Estadual, através de eleição direta dos associados no RS. Por fim, em 9 de novembro de 2001, em razão da Assembléia Geral, passou-se a denominação de Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar – ASSTBM, que permanece até hoje.

fachadaexternaAtualmente somos uma grande entidade, com mais de 5 mil associados, com sede própria, quadras de esporte, bocha, piscinas, galpão crioulo, com sedes regionais nas cidades de Passo Fundo, Santa Maria, Livramento, Vacaria, Cruz Alta, Caxias do Sul, Pelotas, Lavras do Sul, Três Passos e São Luiz Gonzaga, contando ainda com a Colônia de Férias no município de Cidreira, um de seus maiores patrimônios.

Registramos ainda, que é declarada de utilidade pública estadual e municipal respectivamente pelo decreto-lei nº 1130/46, lei 2.064/60–POA e lei 028/89-Cidreira, tendo como patrono o insigne Coronel José Rodrigues Sobral e nosso título de presidente de honra da associação é privativo do MD. Comandante Geral da Brigada Militar.

  • Algumas da muitas conquistas históricas:
  • Ações coletivas na Justiça em beneficio dos Associados como: IPE-Previdência (5,4), URV, 19% da Lei Brito (Pago Out/09 retroação de 01 um ano, para mais de 2 mil associados) e outros em tramitação;
  •  Ações Políticas para garantir a promoção no final dos cursos de CTSP e CBA já concluídos;
  • Participação efetiva nas negociações do complemento dos 222% do Risco de Vida em 2001;
  • Participação nas alterações do plano de carreira e decorrentes melhoramentos no Estatuto, possibilitando por ex. o saque de diferença do Tenente pelo Sargento e promoção de todos os cabos;
  •  Participação efetiva na criação da nova matriz salarial, contemplando o retorno do escalonamento vertical para todos os Servidores Militares e independente dos demais reajustes ocasionais ao funcionalismo;
  •  Obstrução em Brasília da tramitação de Projeto de Emenda Constitucional, que “jogava” os inativos num quadro em extinção, com o congelamento dos salários e perda da isonomia com os ativos;
  •  Atuação na alteração do Regulamento Disciplinar, visando adequá-lo a realidade atual;
  •  Ganho na Justiça da isenção do desconto de 5,4 do IPE-Previdência para associados inativos;
  •  Participação ativa para criação de novas vagas para os Bombeiros (Sargentos e Tenentes);
  •  Nomeação e exoneração de praças por ato do governador, garantindo maior segurança no processo;
  • Atuação Política para termos direito a indicarmos Brigadianos para o Conselho Administrativo do IPE-Previdência e Saúde, a fim de termos representantes identificados com as causas Brigadianas;
  •  Promoção e ressarcimento dos Sargentos e Tenentes rebaixados por liminares, bem como garantia para os mais de uma centena de servidores com pendências idênticas na justiça;
  •  Propomos a criação da nova carteira funcional e retorno dos Tenentes da Reserva para SV na BM;
  •  Regulamentação das 40 horas semanais e serviço extraordinário para Servidores Militares;
  •  Retorno das especialidades de músico e saúde na BM através do Decreto nº. 43.370, de 29 Set/04;
  •  Participação na Criação da Fundação BM e Manutenção do TC na BM por ações das Associações;
  •  Elaboração e apresentação de projetos valorizando e permanente discussão para ascensão na carreira dos Tenentes CBA, bem como o aumento de vagas para o CTSP e CBA no decorrer dos anos;
  •  Fim do exame psicotécnico para ascensão na carreira dos servidores militares de Nível Médio da BM;
  • A ADM atual tem como meta principal a busca constante na defesa e nos avanços de direitos da classe.

 

12bm“ Fizemos aqui um breve relato do passado, o presente e o futuro precisamos de você para poder escrever”

 

Pelo poder da vontade e não pela vontade do poder