Charme

30

A charmosa Operação Golfinho tem alguns furos. Exemplo: o efetivo desta operação recebe diárias que se destinam a alimentação e hospedagem, sendo que, ao se afastarem das funções de origem, os PMs deixam de receber outra vantagem denominada “substituição temporária”, que corresponde à diferença de salários decorrentes do exercício da função de superior hierárquico, como é o caso de soldado que trabalha como sargento pela inexistência de sargento. O descontentamento neste setor da família brigadiana se agrava porque os policiais que trabalham na administração e comunicação social não deixam de receber nenhuma das vantagens. Diga-se ainda que a falta de sargentos está ligada a questão dos brigadianos em desvio de função.

Fonte: Wanderley Soares

Jornal O Sul

Postado por Comunicação DEE ASSTBM