Autoridades da segurança prestam apoio a servidores estaduais em Santa Maria

43

Os titulares dos principais órgãos de Segurança Pública do Rio Grande do Sul estiveram nesta segunda-feira (04) em Santa Maria para uma visita aos servidores do Corpo de Bombeiros, da Delegacia Regional de Polícia e do Instituto Geral de Perícias (IGP), que desde os primeiros momentos da tragédia na boate Kiss estiveram envolvidos no atendimento da ocorrência e participam de seus desdobramentos

O secretário estadual da Segurança Pública, Airton Michels, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Fábio Duarte Fernandes, o subcomandante da Corporação, coronel Silanus Serenito de Oliveira Mello, o chefe de Polícia, delegado Ranolfo Vieira Júnior, e o diretor-geral do IGP, José Cláudio Teixeira Garcia, prestaram apoio aos servidores que vêm trabalhando intensamente no caso e enfrentam o desgaste emocional decorrente disso.

No 4º Comando Regional de Bombeiros (4º CRB), os militares que trabalharam no resgate das vítimas estavam reunidos em uma atividade conduzida por psicólogos. O comandante-geral da Brigada Militar expressou ao grupo o sentimento de solidariedade e o reconhecimento do Governo pelo trabalho que eles realizaram. “Agora é o momento da reação psicológica, afetiva e emocional. Vocês têm que se permitir elaborar esses sentimentos com a consciência de terem sido eficientes e feito o melhor que podiam”, disse o coronel Fábio.

Ao final do roteiro, as autoridades concederam uma entrevista coletiva na Delegacia Regional de Polícia, acompanhadas pelo delegado que coordena as investigações, Marcelo Arigony. O secretário Michels reforçou que a visita aos órgãos de segurança do município, além de servir para oferecer apoio psicossocial aos servidores estaduais, tinha o objetivo de apresentar o coronel Fábio Fernandes, que assumiu o comando-geral da Brigada Militar na última sexta-feira (01). Aos jornalistas, ele declarou que a boate Kiss não deveria estar em funcionamento. Para o coronel Fábio, o inquérito policial vai apurar a tragédia na sua amplitude.

Texto: Jussara Pelissoli

Edição: Redação Secom

Postado por: Comunicação DEE ASSTBM

Desgaste dos servidores que atuaram no caso é preocupação das autoridades
Desgaste dos servidores que atuaram no caso é preocupação das autoridades