Comissão aprova projeto que permite segurados do IPE-Saúde incluírem pais como dependentes

79
Em reunião ordinária nessa quinta-feira (14), a Comissão de Segurança e Serviços Públicos, presidida pelo deputado Nelsinho Metalúrgico (PT), aprovou por unanimidade com nove votos favoráveis, o parecer favorável ao Projeto de Lei Complementar 154 2011, que introduz modificação na Lei nº. 12.134, de 26 de julho de 2004, que dispõe sobre o Instituto de Previdência do Rio Grande do Sul – IPE-Saúde.
O projeto, proposto pelo deputado Paulo Odone (PPS) e relatado pelo deputado Gilmar Sossella (PDT), tem o objetivo de inscrever e validar como dependentes do segurado do plano IPE-Saúde, mãe e pai, naturais ou adotivos, desde que comprovem a dependência econômica, caracterizada pela percepção mensal de renda não superior ao piso salarial mínimo estabelecido por lDSC04017ei aos servidores públicos estaduais.
Presenças
Além do presidente, também estiveram presentes à reunião os deputados Marcelo Moraes (PTB), Nélson Härter (PMDB), Cassiá Carpes (PTB), Paulo Odone (PPS), Daniel Bordignon (PT), Elisabete Felice (PSDB), Silvana Covatti (PP) e João Fischer (PP).
A reunião ordinária também contou com a presença do vereador de Dom Feliciano, Márcio Rosiak; dos tenentes Elias Pôncio e Lauro Henkes, da Associação de Oficiais Subalternos da Brigada Militar; e do sargento Dagoberto Waltemann, da Associação de Sargentos, Subtenentes e tenentes da Brigada Militar.
Fonte: Aminie Pinheiro Jardim – MTB 15673 | Agência de Notícias – 11:12-14/03/2013 – Edição: Letícia Rodrigues – MTB 9373 –
Foto: Dagoberto Valteman
Postado por Comunicação DEE ASSTBM