Solenidade marca incorporação de 530 soldados ao Comando de Policiamento da Capital

42

Quinhentos e trinta soldados da Brigada Militar foram incorporados ao Comando de Policiamento de Porto Alegre nesta terça-feira (23), em solenidade realizada em frente ao Palácio Piratini. O ato, que marcou o início das atividades nas ruas, contou com as presenças do governador Tarso Genro, do vice Beto Grill e do secretário da Segurança Pública, Airton Michels. 

Tarso acredita que o novo efetivo refletirá positivamente nos índices de violência da Capital, principalmente com relação a assaltos e roubos de automóveis. O governador também destacou a preparação e a qualificação dos policiais da Brigada Militar. “Conheço muito bem a realidade da segurança no Brasil e não tenho dúvida de que a Brigada Militar é a força policial mais qualificada de todo o país”, afirmou. 

O ingresso dos novos policiais também representa um crescimento de 20% no efetivo de Porto Alegre, que passará de 2,5 mil para 3 mil brigadianos. Além dos policiais, 120 bombeiros também iniciam suas atividades em Porto Alegre a partir desta terça-feira. 

O novo efetivo da Capital faz parte dos 2.447 policiais militares aprovados no último concurso e distribuídos em todas as regiões do Estado. A projeção é de que o Rio Grande do Sul receba um total de 5 mil novos brigadianos até 2014. 

Abono
Na solenidade, Tarso também sancionou a lei que institui um abono especial para os policiais militares feridos em serviço durante a licença para tratamento de saúde. O projeto foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa no dia 2 de abril deste ano. 

O secretário Airton Michels disse que a nova lei reafirma a disposição do Governo do Estado de resgatar a dignidade do policial ferido em ação. “Estamos construindo uma Brigada que tem orgulho, respeita a farda e se relaciona com a comunidade”. 

Para o comandante-geral da BM, coronel Fábio Duarte Fernandes, a lei beneficia principalmente os servidores de nível médio que são feridos durante as ações. “Trata-se de um gesto humanista do governador e que corrige distorções históricas na nossa corporação”.

Texto: Juliano Pilau
Foto: Caroline Bicocchi/Palácio Piratini
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305

Postado por Comunicação DEE ASSTBM