ASSTBM participa da discussão do plano de carreira em Passo Fundo

87

Na noite de 20 de maio de 2013, segunda-feira, na Câmara de Vereadores da cidade de Passo Fundo, com início às 19h00min, ocorreu a audiência pública para tratar de alterações do plano de carreira para os atuais servidores de nível médio da Brigada Militar. Presente no evento os deputados Altemir Tortelli e Ronaldo Santini, além do vereador Dalla Lana, presidente da Egrégia Casa. A audiência contou com delegações das cidades de Ijuí, Água Santa, Ibirubá e Carazinho, além de policiais militares da própria Passo Fundo. Representando a Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar do Rio Grande do Sul-ASSTBM, José Luiz Zibetti, diretor presidente da ASSTBM/Passo Fundo e Dagoberto Valteman, diretor de comunicação da ASSTBM. Representações da Associação dos Oficiais Subalternos da Brigada Militar-AOfSBM, Associação Beneficente Antônio Mendes Filho-ABAMF, Associação Beneficente dos Acidentados da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul-ABASPE, Associação dos Policiais da Brigada Militar de Ijuí-APBMI, Associação dos Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul-ABERGS e diversas Associações Independentes se fizeram presentes no evento. Vários colegas fizeram uso da palavra e em especial alguns 1º Sargentos opinaram sobre a situação de tal graduação que ao seu ver não foi contemplada no esboço atual. O Sargento Pasqualotto no ato representando os 1º Sargentos da região de Carazinho falou que poderiam promover os atuais 1º sargentos ao posto de 1º tenente talvez com posterior confirmação através de curso, e também aplicar aos sargentos um curso EAD, tal qual previsto para os soldados, as vagas de Capitão poderiam ser designadas 50% para os atuais 1º Tenentes e os 50% restantes para concurso e pediu que não esquecessem dos  irmãos aposentados, por que para eles se alguém sair Tenente, Capitão ou Major o salário deles continua o mesmo, portanto o que interessa a eles é aumento na verticalidade, ou simplesmente aumento de salário.. O sargento Evandro Silva falou que está preocupado com a situação dos 1º sargentos, mas também reivindica melhoria salarial. Representando o gabinete do deputado Jeferson Fernandes, o seu assessor 3º sargento Milton Perkoski enfatizou que vivemos um grande momento e que o plano de carreira é uma construção das associações e que a hora é agora, e que devemos aproveitar o auxílio dos deputados para atualizar o atual plano de carreira.

Comunicação DEE ASSTBM

Fotos Dagoberto Valteman