Polícia conseguiu identificar alvo

33

Após apresentar um vídeo mostrando policiais militares distribuindo informativos no início dos protestos, o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, iniciou, ontem de tarde, a segunda entrevista coletiva em duas semanas, para falar do confronto ocorrido entre manifestantes e policiais militares na quinta-feira.

Chamada de Tática Incendiária Nacional, a situação dos protestos foi analisada pelo secretário, junto com o comandante-geral da BM, coronel Fábio Fernandes, e o chefe de Polícia, delegado Ranolfo Vieira Junior.

Para Michels, o acontecimento traz muitas reflexões para os governos, em especial sobre como lidar com esse tipo de situação.

Na tarde do dia da manifestação, por exemplo, a Polícia Civil apreendeu tinta para pichação e garrafas contendo material inflamável (coquetel molotov).

Os alvos estavam definidos e havia indicativo de uso de bombas caseiras nestes locais”, afirmou o secretário. O chefe de Polícia lembrou que o material era de um grupo que atuava dentro da manifestação sem conhecimento dos outros participantes.

As investigações — inclusive com o monitoramento das redes sociais — permitiram, segundo Ranolfo, a realização de ações preventivas, evitando incêndios que estavam programados. Um deles, conforme o delegado, seria no shopping João Pessoa.

Fonte: Correio do Povo

Postado por Comunicação DEE ASSTBM

Secretário Airton Michels disse que incêndios foram evitados
Secretário Airton Michels disse que incêndios foram evitados