Centro Administrativo de Pelotas é interditado pelos bombeiros

38

Local havia vistoriado em fevereiro e nenhuma mudança foi feita porque prédio será desativado

Os bombeiros interditaram nesta quarta-feira o Centro Administrativo de Pelotas (CAPA), no sul do Estado. A razão: falta de um plano de prevenção contra incêndios (PPCI).

O prédio havia sido vistoriado em fevereiro e diversas medidas foram solicitadas para adequá-lo. A prefeitura, porém, não realizou qualquer obra afirmando que pretende deixar o local, que atualmente abriga quatro serviços e 200 servidores.

Localizado na esquina das ruas Professor Araújo e Padre Felício, o centro sedia o Procon, a Procuradoria-Geral e as secretarias de Qualidade Ambiental e e de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana. O atendimento ao público será suspenso e não há data para reativação.

Segundo a secretária de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Joseane Almeida, as obras solicitadas pelos bombeiros seriam muito caras e o investimento não seria justificado já que há a iminência de troca de endereço.

— São mudanças como aumento de largura de corredores, grades e outras estrutura — explica.

Além disso, foram localizados extintores de incêndio com validade expirada, saídas de emergência obstruídas e materiais que poderiam incendiar. O teto também não está adaptado às normas de segurança.

Alguns dos serviços deverão ser realocados em até duas semanas para outros prédios, porém as duas secretarias ainda não tem local definido para atuar. A tendência é que serviços como confecções de alvará e licenciamentos ambientais sofram atrasos. Os atendimentos estão suspensos.

Fonte: Zero Hora

Postado por Comunicação DEE ASSTBM

centro adm pelotas interditado