Bombeiros querem separação da BM

67

Os 15 comandantes de guarnições de Bombeiros em atividade no Rio Grande do Sul assinaram um documento — já entregue ao Comando-Geral da Brigada Militar (BM) — manifestando o interesse de desvinculação dos bombeiros da BM. De acordo com o coordenador das Associações dos Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Abergs), Ubirajara Ramos, a unanimidade entre os oficiais, que ocorre um mês depois do incêndio no Mercado Público e seis meses depois da tragédia que matou 242 pessoas na boate Kiss, em Santa Maria, é inédita na história da corporação.

Neste mês em que os bombeiros estão na luta pela independência da corporação, a Abergs considera que o apoio dos oficiais é importante. Os bombeiros dizem que desde a Constituição de 1988, que permitiu o desmembramento, muitos estados aderiram e conquistaram incrementos.

A queixa é de que no RS há um déficit de 40% no quadro de pessoal. Padrões internacionais indicam que o ideal para cidades com 1 milhão de habitantes é de um bombeiro para cada mil pessoas.

Ao entregar o documento ao Comando da BM, foi solicitado que seja levado ao governo.

Fonte: Correio do Povo

Foto: Arquivo

Postado por Comunicação DEE ASSTBMBombeiros