Tendo em vista que o governo desconsiderou a Assembleia Geral realizada pelos servidores de nível médio da Brigada Militar e enviou o projeto de reajuste à revelia das associações, na tarde de quarta-feira dia 04 de dezembro,  ASSTBM, ABAMF e ABERGS representando também as demais associações representativas dos servidores de nível médio da Brigada Militar que estavam envolvidas nas negociações com o governo, retomaram as conversações na Assembleia Legislativa onde entregaram uma “CARTA ABERTA DOS SERVIDORES DE NÍVEL MÉDIO DA BRIGADA MILITAR” aos deputados.

Na ocasião foram abordados os deputados presentes na Casa legislativa e vários se prontificaram para lançar emendas na proposta feita pelo governo, o Líder do Governo deputado Valdeci de Oliveira falou que a categoria está desconhecendo os avanços obtidos no atual governo.

Foi explicado ao Líder de Governo e aos demais  deputados que no início do Governo Tarso Genro a diferença entre o último posto da carreira de nível médio (1º Tenente) e o primeiro posto da carreira de nível superior (Capitão) era de R$ 1.798,20 e no final do governo será de R$ 3.666,93, um aumento no fosso salarial de mais de 100%.

O

Postado por Comunicação DEE ASSTBM

Fotos: Dagoberto Valteman

Deixe um comentário