A Policia Federal e o elefante da impunidade

35

Um enorme elefante branco, inflado de ar, chama a atenção das milhares de pessoas que transitam pela Beira Mar Norte. Foi mostrado bem na frente da Superintendência da Polícia Federal , com uma informação impactante: “Inquérito Policial – 96% de ineficiência”.
Protegidos pelo sol e pela alta temperatura, os policiais federais abrigavam-se em uma barraca, distribuindo panfletos sobre aquilo que consideram uma crise na estrutura policial do Brasil. Todos com camisetas pretas com SOS.
Uma mobilização que ocorreu em outros municípios e se repetiu em outros Estados, segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais, Joel Moraes Ferreira. Fazia coro com os demais colegas, para enfatizar que a mobilização era pelo fim da impunidade, pela eficácia nos inquéritos policiais e, sobretudo, pelo Plano de Carreira e pela aprovação da PEC-51. De autoria do senador Lindenberg Farias, a PEC-51 prevê desmilitarização das Policias, unificação da estrutura policial dos Estados, a Corregedoria fora da Policia Federal e a municipalização do poder de polícia às guardas municipais.
Os policiais criticam o atual modelo dos inquéritos policiais. Dizem que são “peças jurássicas, ultrapassadas”, e propõem um sistema mais moderno de investigação e formalização dos inquéritos, como em outros países.
– O inquérito policial, como é feito hoje, é uma peça falida e burocratizada – sentencia Joel Ferreira, ao revelar que apenas “4% dos crimes praticados no Brasil são resolvidos”.
A mobilização vai continuar hoje em todo o país. Tem em Santa Catarina o apoio dos Policiais Civis, da Aprasc e da Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: Diário Catarinense

http://wp.clicrbs.com.br/moacirpereira/2014/02/26/a-policia-federal-e-o-elefante-da-impunidade/?topo=67,2,18,,,67

Postado por Comunicação DEE ASSTBM

diario catarinense