Piratini trata incêndio de viaturas da Brigada Militar como atentado

55

Governador Tarso Genro disse que fogo foi criminoso, e a polícia tenta identificar responsáveis.

incêndio que danificou 10 viaturas zero-quilômetro da Brigada Militar (BM) na noite de segunda-feira, em Porto Alegre, é tratado como atentado contra a corporação. Em averiguação preliminar, peritos constataram sinais de que houve mais de um foco de incêndio, indicativo de que seria um ataque efetuado por mais de uma pessoa. Uma das suspeitas é que gente da própria BM esteja envolvida, já que o local é vigiado por policiais armados, e dificilmente um grupo civil entraria sem ser notado.

Fonte: André Mags, Carlos Wagner e Humberto Trezzi

andre.mags@zerohora.com.br/carlos.wagner@zerohora.com.br/humberto.trezzi@zerohora.com.br

Jornal Zero Hora

Leia na íntegra:

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/policia/noticia/2014/02/piratini-trata-incendio-de-viaturas-da-brigada-militar-como-atentado-4430738.html

Postado por Comunicação DEE ASSTBM

Em averiguação preliminar, peritos constataram sinais de que houve mais de um foco de incêndio Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
Em averiguação preliminar, peritos constataram sinais de que houve mais de um foco de incêndio
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS