APÓS MESES DE ENROLAÇÃO E MENTIRAS, GOVERNO DO ESTADO ROMPE O SILÊNCIO SOBRE O PLANO DE CARREIRA

136

carreiraFinalmente o governo rompeu o silêncio. Na tarde de 06 de maio, após o Deputado Altemir Tortelli confirmar que seria instalada uma Comissão Especial na Assembleia Legislativa para tratar do plano de carreira da Brigada Militar, face à inércia do Governo, o Chefe da Casa Civil Carlos Pestana solicitou que o requerimento para instalação da Comissão fosse retirado por parte do parlamentar, e então receberia os servidores.  Após a retirada do requerimento, o Dep. Tortelli chamou o Diretor de Assuntos Políticos da ASSTBM Alex Caiel, para relatar o ocorrido, sendo que instantes depois o Chefe da Casa Civil resolveu receber o Parlamentar.

Na conversa Pestana sepultou de vez as esperanças existentes falando que não há intenção do governo em reformular a carreira dos servidores, bem como, segundo ele, não há mais tempo legal para qualquer alteração.

Salientamos que a chefia da Casa Civil em dezembro de 2013 disse que receberia as entidades para tratar do plano de carreira em fevereiro, em fevereiro passou para depois do carnaval; passou o carnaval e nada. No início de abril, após o acampamento na Praça da Matriz, os servidores foram recebidos na Casa Civil e, mais uma vez, ficou a promessa que aconteceria uma reunião até o final daquele mês, o que, outra vez não foi cumprido. Assim, ficou claro que o Governo do Estado capitaneado pelo chefe da Casa Civil e futuro coordenador da campanha de reeleição de Tarso Genro, Carlos Pestana, somente enrolou os servidores de nível médio protelando prazo após prazo até que não houvesse mais tempo legal para aprovação da alteração do plano de carreira, claramente demonstrando que o atual Governo não teve coragem de enfrentar o privilégio dos servidores do nível superior o que vem acarretando o desestímulo dos servidores de nível médio e uma segurança pública que não corresponde aos anseios da sociedade.  

Postado por Comunicação DEE ASSTBM