Projeto de passe livre para PMs sem farda é protocolado na Câmara

92

thumb (1)Categoria realizou protesto em homenagem ao colega morto na zona Sul de Porto Alegre

Procurado pela Associação dos Servidores de Nível Médio da Brigada Militar (ABAMF), o vereador Cássio Trogildo (PTB) protocolou um projeto de lei para que os policiais militares possam ter passe livre nos ônibus, mesmo à paisana. O benefício se estenderia aos guardas municipais. O vereador deve tentar agilizar a discussão sobre o projeto entre as comissões da Câmara, mas ainda não há previsão para votação.

Em 2007, uma proposta semelhante da vereadora Maria Celeste (PT) foi rejeitada pelo Legislativo Municipal. “Essa exigência talvez tenha significado uma questão de segurança, mas hoje se vê que coloca em risco a vida dos policiais no transporte coletivo”, afirma Trogildo.

Nesta segunda-feira, os policiais militares fizeram uma caminhada pelo Centro de Porto Alegre em protesto por mais segurança no exercício do trabalho. Eles homenagearam o colega morto na quinta-feira passada, o soldado Márcio Ricardo Ribeiro, baleado durante um assalto a ônibus na zona Sul da Capital. No sábado à tarde, houve uma carreata de policiais entre Viamão e Porto Alegre, pelo mesmo motivo. 

Suspeitos foragidos

Três homens envolvidos no crime ainda estão foragidos. Nesse final de semana, o caso teve uma reviravolta com a prisão de um homem que confessou ter participado do homicídio do soldado. Os dois jovens que estavam presos desde o dia do assalto acabaram sendo liberados. Mais testemunhas sobre o caso devem ser ouvidas nesta segunda-feira.

CORREIO DO POVO