Corpo de Bombeiros garante autorização para contratação de salva-vidas civis

54

Associação garante efetivo na sexta-feira caso a autorização seja publicada na quinta-feira | Foto: André Avila / CP Memória
Associação garante efetivo na sexta-feira caso a autorização seja publicada na quinta-feira | Foto: André Avila / CP Memória

Associação garante efetivo na sexta-feira caso a autorização seja publicada na quinta-feira

Será publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira a autorização do Executivo para a contratação de 86 salva-vidas civis. A garantia foi dada pelo Comando do Corpo de Bombeiros à Associação Brasileira de Salva-Vidas Civis. De acordo com o presidente da representação, Marco Montemezzo, havendo a publicação, na sexta-feira os profissionais estarão nas guaritas.

Montemezzo disse que vai saber na sexta-feira quantos vão ingressar no serviço temporário. Na terça-feira, ele havia estimado em até 20% as desistências em função do impasse, já que a contratação era para ter ocorrido na segunda-feira. Outros oito salva-vidas, completando 94, ainda estão fazendo curso preparatório, pois ingressaram no decorrer do processo de aprendizado.

O impasse ocorreu em função do decreto do governador José Ivo Sartori limitando contratações. O comandante dos Bombeiros garantiu o chamamento ainda no início da semana, mas sem precisar a data. O salário mensal, após a contratação, é de R$ 2,7 mil, mais o custo com o transporte e alimentação.

Outros 1.045 militares foram mobilizados para atuar como salva-vidas no litoral gaúcho. Eles estão distribuídos em 330 guaritas: 230 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 70 em águas internas. A Operação Golfinho prossegue até dois de março.

Samuel Vettori / Rádio Guaíba