IPE solicita mais R$ 40 milhões à Fazenda para pagamentos até segunda-feira

57

downloadO Instituto de Previdência do Estado (IPE) ainda aguarda que a Secretaria da Fazenda libere mais R$ 40 milhões até a próxima segunda-feira (26). Isto porque, segundo a entidade, será mais um dia de pagamento à classe médica e demais procedimentos hospitalares realizados entre os dias 21 e 31 de dezembro que precisam ser pagos até o final de janeiro e ainda não teve o dinheiro liberado.

Segundo o diretor de Saúde do IPE, Antônio de Pádua, a Secretaria da Fazenda já está analisando a liberação imediata do repasse. O Instituto também pede que o governo estadual coloque os valores transferidos ao IPE como excepcionalidade no decreto do governador José Ivo Sartori (PMDB).

“Esperamos sensibilidade do secretário (Giovani Feltes) de excepcionalizar o IPE dentro do decreto do governador. Então, voltar à normalidade. O que impede que o IPE faça o pagamento é a ordenação. É isso que falta. Agora, dia 26, é outro dia de pagamento. Acredito que a secretaria também vá liberar normalmente esse restante para que possamos entrar normalmente no calendário que tínhamos nos programado. Acredito que o secretário vá regularizar esse decreto”, afirmou o diretor do IPE.

Com relação aos quatro dias em que o IPE não pôde realizar o pagamento aos médicos em função do decreto, o diretor de Saúde apontou que o cancelamento de consultas médicas ocorreu em casos isolados. Além disso, Antônio de Pádua assegurou que até o momento não houve o recebimento de nenhuma notificação de entidades médicas até porque ontem todos os procedimentos haviam sido pagos. Para o diretor, houve um equívoco em parte na classe médica que cancelou os atendimentos.

“Devido ao decreto, devíamos ter pago isso no dia 16 e foi pago só no dia 20. Mas achamos que isso foi um mal entendido da classe médica. Espero que, já que houve o pagamento, que todos os médicos voltem a atender normalmente. Por enquanto não houve a notificação de nenhuma entidade, para alguma paralisação. Pelo jeito, acho que houve ações individuais de alguns médicos”, explicou Antônio de Pádua.

No início desta semana, a Fazenda liberou R$ 87,6 milhões para o pagamento de consultas realizadas entre 13 e 31 de dezembro e procedimentos médicos a profissionais credenciados ao IPE.

Fonte:Vitória Famer/Rádio Guaíba