PM DE ALEGRETE SAIU DO VELÓRIO DO TIO, EM CACEQUI, PARA PRENDER UM ASSASSINO

88

PM-de-Alegrete-6O sargento alegretense da BM, William Fernandes jamais imaginava que quando saiu de Alegrete para ir ao velório do tio em Cacequi, no último dia 24 de julho, sairia correndo da capela velatória para prender um rapaz que disparou seis tiros em outro homem, há 50 metros do local.

O policial diz que estava na frente da capela,por volta das 17h, quando ouviu o rapaz apontar a arma para outro em um bar de esquina. – Imediatamente saí correndo tão logo ouvi os disparos. Tudo foi muito rápido, e quando puxei a pistola dei voz de prisão ao autor ele saiu correndo,e eu no seu encalce”.

Nesse meio tempo, o sargento se deparou com a vítima sangrando no chão. Colocou-o num carro que ia passando e o encaminhou ao hospital.

William pegou um táxi e continuou a perseguição ao autor dos disparos e, logo o interceptou apontando a pistola a ele. O policial conseguiu render o rapaz e o imobilizou até chegar uma guarnição da Brigada Militar de Cacequi. E junto o encaminharam até à Delegacia.

Depois, voltou ao velório para os atos finais da despedida do tio. E só, lá pelas onze da noite foi à DP para lavrar o flagrante.

A vítima morreu no hospital e o autor dos disparos foi preso em flagrante, pelo policial de Alegrete e encaminhado ao presídio de Cacequi.

Em serviço, aqui em Alegrete, o  sargento alegretense William Fernandes conta que em 25 anos de Brigada Militar é a primeira vez que prende o autor de uma morte. Em outras duas ocasiões, em que também não estava em serviço, não deixou de agir e prendeu um assaltante em Caxias do Sul e outro em Novo Hamburgo.

– Se não fizesse nada poderia dizer que estava desarmado. Pelo comprometimento e amor a profissão não cruzo os braços, ainda mais diante de tanta impunidade no Brasil.  Claro que agindo sempre com a técnica, salienta o policial.

ALEGRETE TUDO