“Rio Grande do Sul está se afogando”, lamenta Fortunati

46

fortunati-345x156Fortunati pediu audiência para solicitar ao governador que buque apoio da Força Nacional de Segurança

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, afirmou hoje que vai solicitar uma audiência com o governador José Ivo Sartori para tentar melhorar a segurança pública na Capital. O prefeito declarou que são constantes as dificuldades com relação à segurança na cidade e que, por isso, vai buscar apoio da União. Uma das propostas é a de convencer o governador a pedir o apoio da Força Nacional de Segurança.

“Pedi uma audiência com o governador para tentar propor algumas coisas, ser colaborativo. Entre elas, solicitar apoio do governo federal, no que diz respeito à Força Nacional e a presença do Exército nas nossas ruas. Tenho a convicção de que o Exército não está devidamente preparado, mas a presença desse policiamento nas ruas pode muito ajudar a dar a tranquilidade que a população precisa”, expôs Fortunati.

O chefe do Executivo municipal reconheceu que o parcelamento do salário dos servidores estaduais está prejudicando a segurança no Estado. Apesar de Fortunati saber das ações adotadas pelo governo Sartori para tentar pagar em dia o funcionalismo, até o momento, não foi possível resolver a situação. Para o prefeito, “o Rio Grande do Sul está se afogando”.

“O governador tem feito a sua parte. Mas dá para perceber claramente que o que foi feito é insuficiente para darmos tranquilidade à população. Não adianta resolvermos com a Força Nacional, com o Exército. É uma medida meramente paliativa. Temos que buscar consolidar a situação econômica financeira do Estado de uma forma mais definitiva. Mas não podemos aguardar isso. O Rio Grande do Sul está se afogando, literalmente”, declarou o prefeito.

A solicitação da audiência com o Executivo estadual foi feita, segundo Fortunati, nesse fim de semana. No entanto, ainda não há resposta do Piratini para quando deve ocorrer o encontro.

Fonte:Rádio Guaíba