Servidores gaúchos acampam em frente ao Palácio Piratini

37
Servidores acampam em frente à sede do governo do RS | Foto: André Ávila
Servidores acampam em frente à sede do governo do RS | Foto: André Ávila

Diversas categorias protestam contra parcelamento de salários

Servidores do Cpers/Sindicato, da Brigada Militar (BM) e de outras categorias “inauguraram” na manhã desta terça-feira um acampamento em frente à sede do governo do Rio Grande do Sul na praça da Matriz, Centro de Porto Alegre. A ação em frente ao Palácio Piratini é um protesto das categorias contra o parcelamento de salários pelo governo do Estado.

A presidente do Cpers/Sindicato, Helenir Aguiar Schürer, explicou a motivação do acampamento e a intenção do protesto. “Este acampamento é unificado. Ficaremos aqui acompanhando as votações até o PLC 206 e estamos aqui em frente ao Piratini para facilitar um processo de negociação com o governador. Se ele quiser conversar conosco, é só chegar à porta e nos chamar porque estamos dispostos a conversar”, declarou em entrevista à Rádio Guaíba. “Queremos a retirada do projeto de lei e o pagamento imediato dos nossos salários”, acrescentou Helenir.

O PLC 206 é um projeto de lei que permite o congelamento de salários. A aprovação impossibilita o pagamento de 13% exigidos pelos professores e impede o pagamento do Piso Nacional, mesmo se o governo estiver com dinheiro em caixa.

Rádio Guaíba