Destacamento da BM se mobiliza em frente à Assembleia Legislativa

39

12019775_1010720242293346_9054692644178922437_nPresença policial busca evitar novo bloqueio do parlamento nesta quarta-feira

Um destacamento da Brigada Militar foi mobilizado em frente à Assembleia Legislativa e ao Palácio Piratini, no início da madrugada desta quarta-feira. De acordo com policiais presentes na área central, a intenção é impedir o bloqueio do Parlamento em caso de novos protestos pela manhã e garantir a entrada dos deputados com segurança. O Centro de Policiamento da Capital não confirmou o motivo da mobilização, mas reconheceu a presença do efetivo na área, por volta da 0h15min.

Servidores gaúchos protestaram com o bloqueio da Casa e impediram a votação, nesta terça, das medidas que o governo do Estado busca ver aprovadas para sanar a crise financeira. Funcionários que chegaram para o trabalho foram impedidos de ingressar no prédio do Legislativo. Os manifestantes utilizaram cadeiras de praia para bloquear a entrada da Casa e chegaram a entrar em confronto com seguranças do prédio.

A confusão começou no momento em que o presidente, deputado Edson Brum (PMDB) tentou deixar o Parlamento, mas foi impedido por alguns manifestantes. Os ânimos exaltados motivaram um empurra-empurra, que só foi contornado quando outros servidores decidiram separar colegas e evitar um tumulto ainda maior. A Brigada Militar (BM) e o Batalhão de Operações Especiais foram acionados e acompanharam a situação até a metade da tarde.

Entre os projetos com potencial de gerar mais polêmica estão os que instituem o regime de Previdência Complementar para servidores e os que pedem a extinção das Fundações de Esporte e a Fundação de Pesquisa em Saúde.

Fonte:Correio do Povo