“Nunca me procurou”, diz secretário de segurança sobre prefeito Fortunati

44
Secretário explica que intervenção não se aplica para casos de POA Foto: reprodução  / Rádio Gaúcha
Secretário explica que intervenção não se aplica para casos de POA
Foto: reprodução / Rádio Gaúcha

Secretário diz que prefeito não o procurou para falar sobre apoio da Força Nacional

O secretário se segurança do Estado se manifestou hoje pela primeira vez após os incidentes registrados na Vila Cruzeiro nesta sexta-feira. De acordo com Wantuir Jacini, o efetivo foi reforçado com policiamento preventivo da Brigada Militar e intensificação de investigações por parte da policia civil.

Sobre pedir reforço para a Força Nacional, o secretário explica que este tipo de intervenção não teria resultado prático. A Força enviaria cerca de 150 homens, enquanto a Brigada Militar conta com mais de três mil. Além disso, o tipo de crime que tem sido praticado é considerado rotineiro e não justifica uma intervenção.

Sobre as declarações do prefeito José Fortunati, o secretário disse não ter sido procurado para falar no assunto: “Nunca me procurou. Ele só fala na imprensa, comigo nunca falou”, diz Jacini.

De acordo com o secretário, o Plano de Segurança Pública, que chegou a reduzir alguns índices da criminalidade, não está sendo aplicado devido aos problemas financeiros do Estado.

Rádio Gaúcha