Para combater violência, Novo Hamburgo ganha reforço no policiamento

93
Patrulhamento ocorrerá no fim de semana e seguirá na próxima semana - Diego da Rosa/GES
Patrulhamento ocorrerá no fim de semana e seguirá na próxima semana – Diego da Rosa/GES

Brigada Militar agirá em toda a cidade, com barreiras e patrulhamento constantes em diversos pontos ao longo desde fim de semana e durante a próxima semana

Uma resposta a crescente onda de violência em Novo Hamburgo já começou a ser dada neste sábado (3). Desde esta manhã, um reforço no policiamento militar está percorrendo todos os bairros da cidade, tanto por terra quanto pelo ar. Isso porque, de acordo com o comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Marcel Vieira Nery, a complementação no patrulhamento – além do número expressivo de policiais – ocorre com mais veículos nas ruas e também um helicóptero que sobrevoará toda a cidade.
“A comunidade irá perceber essa movimentação”, diz. Segundo ele, a Brigada Militar agirá em toda a cidade, com barreiras e patrulhamento constantes em diversos pontos ao longo deste fim de semana e durante a próxima semana. Além disso, o trabalho será intensificado nos pontos mais críticos e vulneráveis da cidade.
Reunião debate violência 
Em reunião na manhã de hoje na Sociedade Ginástica Novo Hamburgo, o grupo #PAZ se encontrou com autoridades e entidades da área de segurança para tentar estabelecer ações para frear a violência na cidade. No encontro, o major Marcel Nery salientou que “outubro será um mês diferente”, se referindo as estratégias de policiamento adotadas pela Brigada Militar.
Participaram da atividade representantes da OAB, Prefeitura, Polícia Civil, Guarda Municipal, Brigada Militar, Susepe e vereadores.
Secretário de Segurança virá a Novo Hamburgo
Em entrevista ao Jornal NH neste sábado, o secretário de Segurança Pública do Estado, Wantuir Jacini, confirmou vir a Novo Hamburgo na próxima segunda-feira (5) para uma reunião com o prefeito Luis Lauemann e demais lideranças. No encontro, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o prefeito deverá cobrar a transferência de mais policiais militares para o Município e reforçar o pedido para a presença da Força de Nacional de Segurança (FNS) na cidade.
Segundo Lauermann, Novo Hamburgo tem o menor número de policiais militares nos últimos 20 anos. Conforme Jacini, foi determinado que a Brigada Militar fizesse um planejamento para operações onde a inteligência da polícia indicasse a necessidade.
Ações da polícia já são sentidas pela comunidade
Segundo o relato de uma moradora – que preferiu não se identificar – do bairro São José, em Novo Hamburgo, na manhã deste sábado dois suspeitos rondavam sua residência. “Eles estavam com o capuz do casaco cobrindo o rosto e ficaram muito tempo olhando para dentro do meu pátio. Fiquei com medo e liguei para o meu marido, que estava fora de casa”, conta. De acordo com ela, ao se deslocar até a casa o marido foi parado por uma barreira. “Ao ser abordado pelos policiais, ele pediu que fosse liberado pois precisava ir para casa com urgência. Sabendo do que ocorria, três viaturas o acompanharam até aqui para verificar a ocorrência”, relata. “Gostaria de agradecer aos policiais que prontamente vieram até a nossa casa. Hoje em dia com essa violência constante infelizmente qualquer atitude pode ser suspeita. Hoje, por sorte, não era nada mas no bairro seguidamente temos casos de assaltos.”
JORNAL NH