ZERO HORA: INCERTEZA SOBRE O 13°

48

17720192Há meses o Piratini vem avisando que não terá dinheiro para pagar o 13º salário dos servidores e indicando que o caminho é o empréstimo do Banrisul, como foi feito na gestão de Germano Rigotto.
A novidade é que o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, fala em negociação direta entre o cliente e o banco, que abrirá uma linha de crédito especial.
Feltes não confirma se o governo arcará com os juros e a correção monetária, mas não há outro jeito.
No mínimo, o Piratini terá de oferecer um abono como compensação pelo atraso no 13º salário.
COM A TECNOLOGIA DE QUE O BANRISUL DISPÕE, OS SERVIDORES PÚBLICOS NEM PRECISARÃO IR À AGÊNCIA PARA ASSINAR O CONTRATO DO EMPRÉSTIMO DO 13º SALÁRIO. PODERÃO FAZER O PEDIDO NOS CAIXAS ELETRÔNICOS, MAS O GOVERNO TERÁ DE MANDAR PROJETO PARA A ASSEMBLEIA.
ZERO HORA