Mais de cem BMs cercam Assembleia para impedir entrada de servidores durante a sessão

60

Os servidores públicos estaduais seguem mobilizados em frente à Assembleia Legislativa enquanto acontece a sessão extraordinária convocada para a tarde desta segunda-feira (28). O acesso ao prédio está totalmente bloqueado por cerca de 160 policias da Brigada Militar de diversos batalhões, incluindo a cavalaria, o Batalhão de Operações Especiais (BOE) e integrantes dos 4º, 11º, 16º, 17º, 18º, 24º e 26º batalhões, em estimativa não-oficial. A Brigada não informou os números oficiais.

A Assembleia está cercada desde esta manhã, embora o efetivo tenha sido reforçado com o início da sessão. Alguns servidores tentavam dialogar com soldados da Brigada para negociar sua entrada no local. “Se eu deixar, eu perco meu emprego”, explicou um deles para funcionários da Polícia Civil.

“É uma pouca vergonha o presidente da Assembleia não nos deixar entrar. Se não fossem tirar nossos direitos, não estariam sitiando a entrada”, criticou a professora Suzane Barros, de Rio Grande, integrante do Sindicato dos Professores (Cpers) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). “Certamente não deve ter assalto hoje, porque está sobrando aparato da Brigada”, ironizou.

Fonte: Sul 21

Postagem Comunicação DEE ASSTBM

Leia na íntegra:

http://www.sul21.com.br/jornal/mais-de-cem-bms-cercam-assembleia-para-impedir-entrada-de-servidores-durante-a-sessao/

Forte aparato policial impede entrada de servidores na Assembleia | Foto: Guilherme Santos/ Sul21
Forte aparato policial impede entrada de servidores na Assembleia | Foto: Guilherme Santos/ Sul21