Decreto de contenção de gastos deve ser reeditado por Sartori até a próxima semana

116

sartoriiiiProibição de chamamentos e concursos públicos poderá ficar fora da reedição do decreto

O governador José Ivo Sartori (PMDB) deve assinar, até a próxima semana, a reedição do decreto de contenção de gastos que reduz o pagamento de horas extras e diárias a servidores públicos ligados ao Executivo. O decreto, que foi criado no início do governo para durar seis meses  e depois renovado até o fim de 2015, deixou de valer neste início de ano. Segundo o Piratini, a economia no último ano chegou a R$ 1,07 bilhão.

Apesar de ainda não ser oficial, o Executivo avalia a possibilidade de não renovação do trecho do decreto que impede nomeações e de aprovados em concurso e realização de novos certames. Em novembro do ano passado, o secretário estadual da Segurança Pública, Wantuir Jacini, chegou a afirmar que todos os aprovados em concursos da Brigada Militar e da Polícia Civil serão chamados ainda em 2016. Pela Brigada, deve ocorrer o chamamento de 2 mil profissionais; já para a Polícia Civil, a previsão é nomear cerca de 670 agentes.

Sartori retornou ao trabalho nesta segunda-feira após descansar no litoral Norte gaúcho. Para hoje à tarde, estão agendadas reuniões internas de trabalho no Piratini.

Fonte: Vitória Famer / Rádio Guaíba