Projeto que torna reajuste de magistrados automático é protocolado na Assembleia Gaucha

115

resize_1396914298O presidente do Tribunal de Justiça gaúcho (TJ-RS), desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, fez visitas de cortesia ao governador José Ivo Sartori e à presidente da Assembleia, Silvana Covatti. No Legislativo, entregou em mãos o projeto de lei que define a automaticidade de reajuste aos magistrados gaúchos sempre que os subsídios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) receberem aumento. Atualmente, a situação já ocorre devido a uma liminar do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

No Piratini, Difini sugeriu a Sartori a criação de um grupo com integrantes dos dois poderes para tornar mais ágil a interlocução, embora o presidente do TJ-RS fez questão de ressaltar que não quer tornar burocrática a interlocução entre Judiciário e Executivo.

Em relação ao projeto de reajuste dos servidores do TJ-RS, Difini afirmou que não tratou do assunto diretamente, já que as visitas eram de cortesia. No entanto, pediu atenção às proposições do Judiciário que estão paradas na Casa Legislativa.

GAÚCHA