Vereadora do PSol vota contra moção aos brigadianos do 11ºBPM

100

thumb.aspx_A vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) votou contra a moção de solidariedade aos  PMs do 11º BPM, que tirotearam com bandidos próximo ao Hospital Cristo Redentor. A rejeição da vereadora aconteceu na sessão ordinária, na Câmara Municipal de Porto Alegre, dia 25 de abril. De acordo com Melchionna, houve supressão de um dos principais direitos da Constituição Brasileira: o direito à vida.

Ao votar contra os brigadianos e lembrar do direito à vida, a vereadora do PSol esqueceu que os quatro bandidos possuiam juntos mais de 10 homicídios e estavam com armas de grosso calibre, de uso exclusivo das forças de segurança, dispostos a tirar a vida de qualquer pessoa.

A ABAMF, entidade dos servidores de nível médio da BM, lamenta e repudia o discurso de Fernanda Melchionna, e, entende que ao votar contra a moção  a vereadora condena os policiais militares, que defenderam a própria vida e cidadãos inocentes da violência.

A ABAMF agradece aos vereadores que votaram a favor da moção aos brigadianos, a favor da sociedade e do fim da violência nas ruas que atinge pessoas inocentes, honestas e trabalhadoras, dependentes da ação firme da polícia frente a crescente criminalidade.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF