Governo do Estado garante reposições salariais concedidas à Segurança Pública

293

19431447A quitação da folha de maio representa o cumprimento de mais uma etapa do processo de reposições salariais aos servidores da Segurança Pública. Os aumentos, concedidos pelas leis nº 14.072/12 (alterada pela lei 14.190/12 e 14.514/14), nº 14.073/12 (alterada pela lei 14.455/14), nº 12.517/14, nº 12.518/14, nº 14.188, e nº 14.189, concedem a servidores da Polícia Civil (PC), Brigada Militar (BM) e Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) aumentos, com um calendário pré-fixado que se estende até 2018.

O processo vem ocorrendo ininterruptamente na gestão Sartori. Usando como exemplo o calendário de reposições de um soldado da BM, é possível observar o aumento significativo dos vencimentos. Em janeiro de 2015, o vencimento padrão era R$ 2.398,26, e em maio, R$ 2.623,66. Com o aumento concedido em maio deste ano, o vencimento padrão passa a ser R$ 3.135,32, um acréscimo de 30,73% em relação ao último ano e de 20,96% no total previsto para o período entre 2011 e 2018.

A continuidade deste processo é tratada como prioridade pelo secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini. “Desde o início da atual administração, afirmamos a todas as entidades de classe que cumpriríamos com o que está previsto em lei. Nosso esforço maior é para cumprir com este acordo, garantindo aos servidores aquilo que lhes foi prometido”, afirma.

gov

Texto: Ascom SSP
Edição: Denise Camargo/Secom

rs.gov

Governo vai liberar horas extras e diárias para reforçar segurança

Sartori disse hoje, na Serra, que vai anunciar pacote de medidas

Durante a inauguração da Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Farroupilha, na Serra, na manhã desta segunda-feira (13), o governador José Ivo Sartori afirmou que até o início da semana que vem serão anunciadas medidas emergenciais na área da segurança pública. Entre elas, está a liberação de horas-extras e de diárias.

O governador não detalhou as medidas, mas o secretário de Segurança do Estado, Wantuir Jacini, que também estava no evento, afirmou que diárias e horas extras estão incluídas no pacote e que serão priorizadas as regiões com os maiores índices de criminalidade.

Sobre o chamamento de aprovados no último concurso para a área da segurança, o secretário disse que há possibilidade de as convocações estarem também nesse anúncio que será feito nos próximos dias.

Plano para permanência de policiais

Ainda em agenda na Serra, durante a reunião-almoço da Câmara de Indústria Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul, o governador voltou a falar em segurança pública. Ele afirmou que nos próximos dias será apresentado um projeto para estimular o tempo de permanência do policial na corporação.
Sartori disse ainda que policiais civis e militares serão contratados quando o orçamento permitir, o que pode acontecer ai nda neste ano.

Também na reunião-almoço da CIC, o governador disse que busca uma solução para o retorno das aulas o mais breve possível, mas descartou corte de horas extras.  Inclusive, um grupo de professores e estudantes assou um salsichão na entrada da CIC.

Questionado sobre pedágios, o governador afirmou que antes da concessão de estradas, deve ser concedida a operação de um porto em Pelotas para beneficiamento de madeira da Celulose Riograndense e disse que o governo pretende conceder também hidrovias do Rio Grande o Sul.

GAÚCHA