TCE pede esclarecimentos à BM sobre supostas irregularidades em promoções na corporação

136

TC-RS-800x500_cDenúncia de um tenente-coronel sobre suposta falta de clareza no processo motivou pedido de explicações

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) oficiou o Comando Geral da Brigada Militar a respeito de possíveis irregularidades em processos de promoção em andamento na corporação. Conforme o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo Da Camino, que pediu os esclarecimentos, as supostas inconsistências no processo ainda não serão divulgadas por estarem em fase de análise. Uma denúncia formalizada por um tenente-coronel motivou a solicitação.

O denunciante fala que há “ausência de transparência e fundamentação para as avaliações e pontuações” feitas a respeito dele. O tenente-coronel sustenta não ter recebido os esclarecimentos referentes aos trâmites das promoções, o que viola determinação anterior do próprio TCE. O comando vai ter prazo de cinco dias úteis, até a próxima terça-feira, para prestar esclarecimentos.

Em outubro do ano passado, o TCE já suspendeu promoções previstas para novembro do de 2015. Auditoria apontou possíveis ilegalidades no processo. A medida cautelar solicitando o cancelamento foi protocolada pela equipe técnica do tribunal, que trabalhou em inspeção especial instaurada também após uma denúncia.

Procurada, a assessoria da Brigada Militar informou que o comando está reunido para analisar os fatos, e ainda não pode se pronunciar sobre o caso.

Fonte:Ananda Müller/Rádio Guaíba