Regional Livramento e Representantes de classe agendam protestos

609

Em um encontro que reuniu na tarde do último Sábado, 30 de Julho de 2016, as principais lideranças representativas dos Servidores Públicos Estaduais, na sede central da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes (ASSTBM),   foram deliberados uma série de atos que serão deflagrados a partir  da próxima semana com objetivo de mostrar  inconformidade e  total repudio contra os atos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, entre estes, os freqüentes parcelamentos de salários, considerado um verdadeiro deboche e acinte, a julgar pelos valores e pela forma ditatorial como vem sendo disponibilizados, o que vem acarretando sérios prejuízos morais e financeiros a todos os servidores vinculados ao Executivo Estadual. Também  junto com o parcelamento existem uma serie de projetos que, se aprovados, retiram direitos adquiridos ao longo das ultimas décadas. Conforme o Presidente da ASSTBM, André Pereira, todos os funcionários Públicos Estaduais, em especial a classe Brigadiana, a qual representa, estão sendo afetados pela Política equivocada  adotada pelo atual governo, levando ao quase desespero colegas e suas famílias, pessoas que necessariamente tem que suprir as necessidades básicas de subsistência e de seus dependentes,  entre estas, o sagrado direito da alimentação. Que o governo está ferindo de morte o que está disposto na  constituição Federal em seu artigo 227.  Se manifestou sobre  tratamentos desiguais, sobre as limitações que o Policial Militar tem em se manifestar  e as imposições a que é  submetido para cumprir sua jornada de trabalho mesmo sem receber o que lhe é de direito, em um total desrespeito de parte de quem deveria dar exemplo, neste caso, o Sr Governador do Estado.  Entre os representantes de classe, estiveram presentes, prestando apoio, o Presidente do 23º Núcleo do CPERS Sindicato, José Louis Rodrigues Sampaio, UGEIRM Sindicato com Jorge Diogo Ferreira e Roberto Farias, Corpo de Bombeiros Militares e ABAMfº  Jansen Nogueira e Jacson Pereira, que confirmaram participação  junto aos Servidores da Brigada Militar nas futuras mobilizações que já foram pré definidas. Aos comandantes, será feito apelo  para que intercedam junto ao Governo e busquem uma forma de dar tranqüilidade a quem tem o dever de dar segurança a comunidade.  As lideranças  foram unânimes em sua manifestações quando solicitaram que todos se unam em torno desta causa, familiares e comunidade, que participem dos atos programados, pois é a única forma de sensibilizar um Governo desastrado e os Partidos que lhe apóiam,  que se impõe através da ilegalidade agindo de forma ditatorial, que não ouve o clamor da população, onera o contribuinte, desmantela o Estado e criminaliza o funcionalismo.

Texto e foto gentilmente cedidos pela ASSTBM Regional Livramento

Regional Livramento e Representantes de classe agendam protestos