Justiça determina fechamento de bancos devido a protesto nesta 5ª

1831

17883454Pedido foi feito pelo Sindicato dos Bancários e vale para todo o Rio Grande do Sul

A Justiça do Trabalho determinou, nesta quarta-feira (3), o fechamento de agências bancárias do Rio Grande do Sul devido à convocação de um protesto de servidores da segurança do Estado para amanhã. A decisão, em caráter liminar, é do juiz Jorge Alberto Araújo, da 5ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, e atende a um pedido do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e região (Sindibancários) e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do Estado (Fetrafi/RS).

Na decisão, o magistrado afirmou que “pode decorrer de eventual morte ou mesmo submissão a situação de violência que os empregados dos réus podem sofrer em caso de funcionamento das agências nesta quinta-feira”. O juiz também citou o ataque às torres gêmeas em 11 de setembro de 2001 e o incêndio na Boate Kiss para argumentar o fechamento dos bancos.

“Se no dia 10 de setembro de 2001 alguém tivesse apresentado um requerimento a um juiz de Nova York requerendo que fosse fechado o espaço aéreo da cidade, […] ele certamente, seria tomado por lunático, no entanto teria salvo mais de 3000 vidas. Se no dia 27 de janeiro de 2013 fosse determinada pelo Corpo de Bombeiros de Santa Maria a interdição da Boate Kiss, ter-se-íam salvado 242 pessoas”.

O fechamento atinge sete instituições bancárias: Banco do Brasil, Banrisul, Caixa Econômica Federal, Banco Safra, Itaú, HSBC e Bradesco, das 6h até às 21h de quinta-feira (4). Em caso de descumprimento, foi fixada multa de R$ 1 milhão por estabelecimento.

GAÚCHA