Força Nacional passa a atuar sozinha e ficará 60 dias no Rio Grande do Sul

548

thumb (14)Prazo pode ser ampliado após nova negociação entre os governos

O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira a portaria nº 789, do Ministério da Justiça, na qual consta a determinação de que a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) permaneça por 60 dias no Rio Grande do Sul, a contar desde a solicitação feita pelo governador José Ivo Sartori, no dia 26 de agosto passado. O prazo pode ser prorrogado conforme pedido do Governo do Estado e posterior aprovação do Ministério da Justiça. A portaria ainda aponta que as ações de polícia ostensiva da FNSP terá o objetivo de “conter a criminalidade”.

Responsável pelo Comando de Policiamento da Capital (CPC) da Brigada Militar, o coronel Mário Ikeda anunciou que o efetivo da FNSP está a partir desta sexta-feira atuando sozinho nas avenidas e ruas de Porto Alegre. O oficial observou, porém, que o efetivo da BM sempre estará presente na mesma região. De acordo com ele, ambas as forças policiais atuam do mesmo modo, inclusive atendendo e intervindo em ocorrências.

Correio do Povo