12444

Segundo a BM, o tiro teria sido disparado pelo neto de Malaquias Santos de Camargo dentro da casa, no bairro Aparício Borges

Um sargento da Brigada Militar morreu após ter sido vítima de um disparo acidental na tarde deste domingo, em Porto Alegre. Segundo a BM, o tiro teria sido disparado pelo neto de Malaquias Santos de Camargo dentro da casa, no bairro Aparício Borges. A arma que supostamente acabou nas mãos da criança, um revólver de calibre 38, pertencia ao policial.
Atingido no tórax, ele chegou a ser atendido por uma equipe da Samu e foi escoltado pelos colegas até o Hospital de Pronto Socorro para que o atendimento fosse prestado o mais rápido possível. Mas o sargento não resistiu ao ferimento e morreu no meio da cirurgia.

Camargo era terceiro sargento e atuava no Batalhão de Operações Especiais. Os colegas que aguardavam notícias no hospital estavam abalados e não souberam informar como ocorreu o disparo.

_ Nós sabemos que foi um disparo acidental, mas ainda estamos muito abalados. Não sabemos como foram as circunstâncias _ disse o capitão Rodrigo Fausto Mendes.

ZERO HORA

Deixe um comentário