A luta dos servidores gaúchos, que resistiram a intensa repressão comandada pelo Governador e praticada sem opção pela Brigada Militar durante toda essa semana, fez com que nesta quinta-feira, dia 22, a base aliada do governo recuasse. Na noite de ontem, foram retirados a PEC 257 que retira o Artigo 35 da Constituição, que obriga o Estado a realizar o pagamento no último dia do mês, a PEC 242, que trata da licença-prêmio, a PEC 256, que pretende acabar com a articulação sindical (licença classista) e a PEC 245 que altera o regime de trabalho da SUSEPE, que estava gerando intenso conflito e colocando toda a cate4goria em ebulição. Porém, o governo pode, a qualquer momento, colocar os projetos em votação. Portanto, todos devem permanecer atentos, pois pode haver convocação extraordinária na próxima semana, ou no final de janeiro. Esse governo não vai deixar a presidência da Assembleia sair de suas mãos sem votar esses projetos e em fevereiro o partido a presidir a Assembleia será outro. Eles correm contra o tempo.

TODOS MOBLIZADOS. NOSSA UNIÃO É O QUE TEMOS!

Deixe um comentário