Eder Martin Leite, 37 anos, morreu durante confronto com a polícia no fim da tarde desta terça-feira

Por: Pioneiro

Um dos três suspeitos de participar da tentativa de assalto que resultou no assassinato do sargento Edir Hendges Welter, ocorrido na noite de segunda-feira, foi morto a tiros na tarde desta terça-feira, após entrar em confronto com a Brigada Militar, em Caxias do Sul. Ele foi identificado como Éder Martin Leite, 37 anos, conhecido como Bigola, e estava foragido do sistema prisional.

Outros dois homens que estavam com Éder foram presos na ação, que ocorreu na Estrada dos Romeiros, na região do bairro Cidade Industrial, próximo à RSC-453.

De acordo com a Brigada Militar, o trio estava dentro de uma residência com outros dois homens, quando os agentes chegaram ao local através de uma denúncia. Ao avistar as viaturas, o suspeito tentou fugir pelos fundos da casa, entrando em um matagal de onde disparou contra os policiais com um revólver calibre 38.

Apesar de estar vestindo colete à prova de balas, o homem foi atingido durante a troca de tiros e morreu no local. Os outros dois se entregaram à polícia.

Deixe um comentário