IMAGEM ILUSTRATIVA

Quando vejo o caos na segurança pública do nosso Estado e em todo País, penso em um dos meus super-heróis favoritos nos tempos em que era criança: o Juiz Dredd. Nas histórias em quadrinhos, o personagem acumulava os cargos de policia, juiz, júri e executor (quando necessário).

Ao lado de outros juízes, ele trabalhava para manter a ordem na megalópole Mega City One.

Na sociedade em que vivemos hoje, infelizmente, estamos assistindo um “Juiz Dredd às avessas”. Agora são os bandidos que atuam como júri, determinam o toque de recolher dos cidadãos, invadem casas para assaltos e execuções. Aquele herói que eu sonhava quando criança está bem próximo de nós, mas ao invés de lutar pelo bem da sociedade, o Juiz Dredd de hoje está nas ruas trazendo insegurança para o cidadão de hem e, ainda, se tornando em herói para as crianças que vivem nas suas com unidades, semeando novos bandidos para o futuro. Essa Inversão de realidade e valores está acabando com as nossas cidades e não podemos assistir tudo isso com os braços cruzados. É preciso valorizar cada vez mais os nossos policiais e dar a eles condições para combater essa situação e fazer cena que eles e outras pessoas de bem sirvam como referencias para todas as crianças, como era antigamente. Quando falo sobre valorização à categoria é porque não podemos permitir que aconteça, aqui no Rio Grande do Sul, o que aconteceu no Espirito Sento. Tivemos, há pouco tempo, um exemplo claro de que sem policiamento não há transporte publico, o comercio não abre, aulas e atendimentos de saúde são suspensos, enfim, tudo para. Como sempre falo: as forças armadas não trabalham para estabelecer o paraíso, mas para evitar que o inferno se instale.
Sargento Santana é vereador em Canoas 

Diário de Canoas

Deixe um comentário