Na tarde de quarta-feira dia 07 de março o Presidente Estadual da ASSTBM Aparício Santellano, acompanhado dos diretores Dagoberto Valteman e Ricardo Agra visitou o Coronel Andreis Silvio Dal’Lago, comandante geral da Brigada Militar. A visita foi institucional, haja vista que Andreis já havia visitado a ASSTBM na condição de Comandante Geral;

Aproveitando a ocasião foram abordados vários assuntos, principalmente em relação à PORTARIA Nº 657/EMBM/2017 que estabelece normas complementares ao Curso Básico de Formação Policial Militar (CBFPM), que tem como requisito de ingresso o Ensino Médio (2º Grau) Completo, designando-o “Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública”. Segundo o comandante após estudo do EMBM e outras policias militares do Brasil já usam esse método e que pode sim ser considerado curso superior o CURSO DE CIÊNCIAS MILITARES COM VIÉS EM SEGURANÇA PÚBLICA, POLICIAMENTO OSTENSIVO, desde que sejam preenchidos alguns requisitos legais tais como carga horária. Registrou que é um avanço e uma forma de manter certa simetria de vencimentos com as demais carreiras de segurança pública que já exigem curso superior;

Em relação ao PLANO de CARREIRA reiterou que só vai ser consumada após a reforma previdenciária, permanência da paridade entre ativos e inativos e outros diretos em discussão na Câmara Federal e Assembleia Legislativa, assim será o fator preponderante para os futuros debates, sendo que as associações podem continuar debatendo e recolhendo as sugestões junto à categoria para que se forme uma proposta de consenso entre as entidades e comando.

Ainda informou que esta em estudo proposta do Comando junto ao Governo a partir do 2º semestre do corrente ano chamadas para CTSP e CBA.

Leia na íntegra:     PORTARIA EMBEM

Foto:Sd Carlos Zoch/comunicação social BM/pm5

 

Deixe um comentário