A ASSTBM, desde que foi cogitado o retorno das votações na ALERGS se encontra atenta no sentido de salvaguardar os direitos adquiridos dos policiais militares e evitar que a categoria seja prejudicada por projetos que tramitam no legislativo. Assim sendo no dia 20 de março foi representada por Dagoberto Valteman e Aline Venturini em reunião para tratar do acesso as galerias em caso de votação e no dia 21 o diretor Dagoberto com um grupo de servidores da Policia Civil, Susepe e CRM acompanhou a reunião de líderes para se informar sobre como ficariam as votações. Foi decidido pelos deputados que nesse dia seriam votados apenas 2 vetos do governador com acesso liberado ao plenário e não se tiraria a urgência (62) de nenhum projeto (talvez pelo fato do governo possuir apenas 26 votos certos) o que vai retardar mais a votação, dando um certo fôlego aos servidores .

Texto e fotos Dagoberto Valteman

Jornalista – MTB 15265

Deixe um comentário