RADIO GUAIBA: Pesquisa aponta Sartori como candidato viável para reeleição ao Piratini

11

Levantamento ainda mostra Ana Amélia Lemos com mais votos em eventual disputa com governador

Levantamento feito pela Paraná Pesquisas sobre a sucessão estadual no Rio Grande do Sul mostra dois cenários possíveis. Em um deles, sem a senadora Ana Amélia Lemos (PP) na disputa, o governador José Ivo Sartori (PMDB) estaria na frente. No outro cenário, com a senadora, ela obteria mais votos que Sartori. Na mesma pesquisa, foi avaliada a administração de Sartori. De acordo com os índices obtidos, 2,7% dos entrevistados consideram ótima a atual administração do Estado, 24% acreditam que ela seja boa e 33,4% classificam de regular. De forma geral, 50,5% desaprovam o governo até o momento, e 45,6% aprovam.

Para a realização do levantamento foi utilizada uma amostra de 1.508 eleitores do Estado, sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, nível de escolaridade, nível econômico e posição geográfica. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos em 68 municípios, entre os dias 2 e 5 de maio.

Para a seleção da amostra utilizou-se o método de amostragem estratificada proporcional. Conforme o mapeamento do Estado em sete mesorregiões homogêneas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia a e Estatística (IBGE), esta divisão geográfica foi considerada como primeira estratificação. Segundo Murilo Hidalgo Lopes de Oliveira, diretor da Paraná Pesquisas, tal amostra representativa atinge um grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais.