Nota da ASSTBM sobre novas inclusões da BM, propostas fictícias e uso da segurança pública como palanque.

9

A Entidade é TOTALMENTE a favor de novas inclusões, pois a situação atual do efetivo da Corporação é DRAMÁTICA. Mas como técnicos da área, e não políticos que utilizam fatos para fins eleitoreiros, sabemos que desses números anunciados, nem se quer um terço poderá ser cumprido por este governo. Um processo de Seleção, exames diversos, formação e nomeação, leva no mínimo 1 ano para sua conclusão, salientando ainda que isto mal completará o número de servidores que deixaram a BM nos últimos 3 anos, seja por aposentadorias ou por ter, em outros concursos, uma opção mais atrativa de trabalho.

Nós, como entidade, por coerência, não comparecemos ao ato de anúncio do governo, pois não podemos concordar que se utilize a segurança pública como palanque, com propostas fictícias, quando desde o início de seu governo não paga os salários em dia e parcela o 13º. Fica uma dúvida: de onde virá o dinheiro, ou o dinheiro existe e os atrasos são mero terrorismo com servidores .

CONFIRA A DECLARAÇÃO DO PRESIDENTE ASSTBM