Policiais Militares desmotivados fazem manifesto em todo o Estado

22

No dia 1º de setembro, policiais militares do Estado do Rio Grande do Sul que estão desmotivados pelo tratamento que estão recebendo do governo estadual, liderados pelas entidades de classe, ASSTBM e ABAMF fizeram um manifesto para mostrar para a população gaúcha o seu descontentamento pelo atraso e parcelamento dos salários. Enquanto alguns servidores de outros poderes (Legislativo e Judiciário) recebem seus pagamentos em dia, os servidores do Poder Executivo recebem seus salários atrasados e parcelados. O manifesto na Capital iniciou em frente ao Tribunal de Justiça onde com palavras de ordem os brigadianos manifestaram o seu desagrado pelo fato de apesar de terem ganhado todas as ações judiciais, estas não foram executadas pelo judiciário, sendo que posteriormente fizeram uma caminhada até a Esquina Democrática onde após distribuição de panfletos e algumas palavras dirigidas à população encerraram o ato. Aparício Santellano, presidente estadual da ASSTBM,  e Solis Antonio Paim  presidente em exercício da ABAMF agradeceram a presença de todos os brigadianos, do grupo tingueiros, FESSERGS,  e em especial aos sindicatos de outras categorias de servidores que mandaram representantes para reforçar o ato, destacando-se a  Sintergs, Sindissama, Amapergs e Sindigeral.