Governo do RS não pagará nova parcela dos salários dos servidores nesta segunda

17

ZERO HORA: Secretaria da Fazenda esperava arrecadar cerca de R$ 60 milhões para depositar mais R$ 170 por matrícula

A expectativa de um novo depósito nas contas dos servidores ligados ao Executivo estadual nesta segunda-feira (4) não se confirmou. O Piratini não conseguiu arrecadar cerca de R$ 60 milhões, o suficiente para quitar R$ 170 por matrícula. Com isso, os trabalhadores seguirão apenas com os R$ 350 pagos na última quinta-feira (31), além da nona parcela do 13º salário de 2016.

De acordo com o governo, a arrecadação de tributos seguirá baixa até o dia 9, quando começam a entrar nos cofres do Estado os valores referentes ao ICMS da substituição tributária. Por isso, técnicos da Fazenda gaúcha estão de olho nos depósitos judiciais, que não foram suficientes para o pagamento de uma nova faixa salarial.

Salários em dia
Quem trabalha em autarquias que prestam serviços e, assim, possuem receitas próprias, recebe o salário em dia. Esses órgãos são superavitários e não recebem aportes do Piratini. Há ainda as fundações de direito privado. Parte dos servidores que atuam nesses órgãos são celetistas — contratados através de concurso público, mas geridos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Folha
A folha de agosto alcançou R$ 1,143 bilhão. O governo do Estado espera quitá-la completamente até o dia 13 de setembro.